O Futuro dos Serviços Financeiros

Um estudo recente do World Economic Forum, sobre o Futuro dos Serviços Financeiros, realizado conjuntamente por mais de 100 importantes players e experts da indústria financeira global, definiu este que é até hoje o mais completo framework sobre a inovação disruptiva em Serviços Financeiros, contendo seis funções e onze clusters de inovação.

O estudo apontou também seis importantes insights sobre Inovação na área:
1- A inovação em Serviços Financeiros é deliberada e previsível. Os incumbente estão mais sucetíveis de serem atacados nos negócios em que as maiores fontes de fricção com clientes encontram os maiores índices de lucratividade.
2- As inovações que têm tido mais impacto são as que empregam modelos de negócios baseados em plataformas, uso intenso de dados e pouco capital.
3- Os efeitos mais iminentes da disrupção serão sentidos no setor bancário, porém o maior impacto da disrupção deverá ser sentido no setor de seguros.
4- Incumbentes vão empregar estratégias paralelas, competindo agressivamente com novos entrantes, enquanto alavancam ativos legados, fornecendo para os mesmos novos entrantes a infraestrutura e o acesso aos serviços.
5- A colaboração entre reguladores, incumbente e novos entrantes será necessária para se compreender como as inovações alteram o perfil de risco da indústria, seja positiva ou negativamente.
6- A disrupção não será um evento isolado, mas sim uma pressão contínua pela inovação, que vai determinar um novo comportamento do consumidor, novos modelos de negócios e uma nova estrutura de serviços financeiros no longo prazo.