• s
  • s
  • s

O “forfait” das Carteiras Virtuais

O “forfait” das Carteiras Virtuais
A crescente utilização dos smartphones já mudou muitos dos nossos hábitos. Um produto, entretanto, não teve o efeito que a indústria de serviços financeiros esperava: a carteira virtual. Apesar de vários players importantes estarem atuando globalmente neste mercado, como Apple, Samsung, IBM, Walmart e Google – e com milhões de usuários as utilizando – a verdade é que o consumidor não mudou o seu hábito para fazer pagamentos, da mesma forma que mudou para pedir táxi, reservar viagens ou pedir comida em casa.
 
Há muitas razões para isso, mas uma delas chama a atenção, que é a facilidade de se pagar com um cartão de débito ou crédito. Entre tirar um cartão da carteira e abrir um aplicativo no celular, não há muita diferença quanto ao esforço que ambos demandam. Pagar com o celular pode ser uma fração de segundos mais rápido. Mas também pode apresentar algumas dificuldades: a bateria do celular que acaba, o aplicativo que fecha sozinho, o usuário pode estar falando ao telefone ou teclando na hora de realizar o pagamento. Mudar um hábito não é algo simples e os ganhos para o usuário têm que ser muito claros. Muito já se falou também que as carteiras virtuais, para substituírem as físicas, precisarão incluir não só os cartões de pagamento, mas também tudo o mais que se carrega numa carteira normal hoje: documentos, cartões de fidelidade, etc. E isto não depende apenas da instituição de pagamento, até governos precisariam ser envolvidos.
 
Enfim, o fato é que a área de pagamentos claramente caminha para os pagamentos sem fricção, a que já chamei em outro post de pagamentos automágicos. Como exemplo, temos hoje no Brasil o caso dos tags, como Sem Parar e Connect Car. Em breve veremos pagamentos sem fricção também no varejo e em outras situações do nosso dia a dia. Com isso, poderemos assistir a uma situação bastante interessante, que é a morte prematura de várias carteiras virtuais, que nem sequer decolaram. Assistiremos de camarote ao “forfait” das carteiras virtuais. O mundo evolui numa velocidade tão grande atualmente, que se, na sua janela de oportunidade, a tecnologia não decola, vem outra e a atropela.
 

Receba em primeira mão as novidades sobre as principais Inovações que estão acontecendo no mundo financeiro!